Festas celebram a imigração italiana de Norte a Sul do Espírito Santo

0
506
Festa do Morango na comunidade ítalo-capixaba de Domingos Martins. (Foto Leandro Fidelis/Insieme)

O mês de setembro mal começou e já tem festa para celebrar a imigração italiana no Espírito Santo. Nos próximos dias 15 e 16, será realizada a ‘Cappitella – Festa do Capeletti e da Tagliadella’, para celebrar os 129 anos da imigração em Nova Venécia, região Noroeste do Estado. No dia 15, haverá festival gastronômico e apresentações culturais. No dia 16, haverá o ‘Carretino della Capitella’, um desfile cultural pelas ruas da cidade.

Abrindo em grande estilo o mês, neste final de semana, foi realizada a 12ª Festa da Imigração Italiana de Alto Pongal, em Anchieta, Litoral Sul do Estado. O ponto alto da festa foi o tombo da polenta. Segundo os organizadores, durante todo o evento foram preparados 250 kg de polenta.

A pequena vila de descendentes italianos foi enfeitada com as cores da bandeira da Itália. Nos festejos foram servidas comidas típicas, vinho, além do tradicional desfile da ‘Caretela Italiana’. No sábado, foi iniciada a 13ª Caminhada ‘Os Passos dos Imigrantes’, da sede de Anchieta, por 41 quilômetros, até a comunidade de Alto Pongal.

Durante todo o mês de agosto, diversas festas foram realizadas no Espírito Santo para celebrar aspectos da cultura italiana. As comemorações ocorreram em cidades como Marechal Floriano, Domingos Martins e Santa Teresa, na região serrana. Todas com muita música, comidas típicas, e apresentações de grupos de dança.

Marechal Floriano – Em Marechal Floriano, o X Encontro da Cultura Italiana de Araguaya, foi realizado em três dias. Este ano, foi uma homenagem a “seu Angelin Uliana”, idealizador da Casa do Nonno, que faleceu em novembro do ano passado.

Um dos momentos mais aguardados foi o ‘áDesfile Bambini, com as crianças de Araguaya. Este ano, a apresentação da violinista Adriana Vinand deu um toque especial o desfile. Entre as atrações também houve a caminhada ‘Picada do Nonno, almoço, torneio adulto de bocha, torneio de cinquillho e torneio de tressete.

A festa contou com apresentações do grupo infantil ‘Piccinini Dei Monti e do grupo folclórico ‘Picolli Granelli’. Também teve muita música italiana com as bandas ‘Gioco di Mora’ e ‘Brasitalia’, além do ‘Gruppo Folklorístico’ do Círculo Trentino de Santa Teresa.

Um momento de grande emoção foi a celebração da ‘Santa Missa in Italiano’ na Igreja de São Miguel Arcanjo, pelo padre Josemar Stein. O encontro foi realizado nos dias 4, 5 e 6. No domingo, o presidente da Casa d’Itália do Espírito Santo, Cilmar Franceschetto, e a diretora Rita Bortoluzzi Herzog compareceram nas comemorações e falaram sobre a importância do Instituto para a comunidade ítalo-capixaba.

Santa Teresa – No mesmo final de semana, em Santa Teresa, região serrana do Estado, a imigração italiana foi celebrada com a XX Festa do Vinho e da Uva. Representando a Casa d’Itália do Espírito Santo, a conselheira Beatriz Rasselle compareceu ao evento, que tomou as ruas da cidade.

Foram eleitos o rei, rainha e princesas da festa, no dia 4. No dia 5, houve cantoria italiana na Rua do Lazer, e a Passarela da Uva, que seguiu da Rua do Lazer até o Parque de Exposições e Eventos, além de apresentações musicais. Na programação, o ponto alto da festa ocorreu no domingo, com a Pisa da Uva, ao som da Banda Brasitália.

Domingos Martins – Também na região serrana, no distrito de Aracê, em Domingos Martins, foi realizada a 30ª Festa do Morango de Pedra Azul. Realizada sempre no primeiro final de semana de agosto, a festa este ano atraiu 18 mil pessoas e foram vendidas 600 tortas pequenas e as duas gigantes, em pedaços: uma menor de 120 kg, no sábado, e a outra de 270 kg do domingo.

Foram comercializados 1.500 quilos de morango in natura. Além disso, foram aproximadamente 600 pessoas realizando trabalho voluntário nos três dias de festa, incluindo membros associados ao Círculo Trentino de Venda Nova. A diretora da Casa d’Itália, Rita Bortoluzzi Herzog, participou da festa como parte do juri que escolheu a rainha e as princesas da festa.

Feira Sabores da Terra – A feira ‘Sabores da Terra’, realizada de 18 a 20 de agosto, na Praça do Papa, em Vitória, contou com mais de 420 famílias do interior do Espírito Santo que apresentaram seus produtos.  A feira teve até uma mini versão da Festa da Polenta, que é realizada todos os anos em Venda Nova do Imigrante, região serrana do Estado. O famoso tombo da polenta foi realizado por descendentes italianos, que prepararam pratos como polenta frita, polenta assada com queijo e linguiça. A festa ainda contou com apresentações de grupos de danças italianas, como o ‘Piccolo Pavone’, grupos de congo, entre outras.

Linhares – Também no início de agosto, no município de Linhares, Norte do Estado, foi realizado o Festival de Concertina. Nos festejos, a Casa d’Itália foi representada pelo diretor João Otávio De Carli.