Insieme n. 29 – BAILONE

388

u Il cognome è una variante veneto-trentina di Bagli (cognome diffuso sporadicamente in tutta Italia), a sua volta più conosciuto nella forma  Baglioni .
Alla base c’è il nome balio o baglio, balivo e baglivo, titolo attribuito in epoca medievale e rinascimentale ad una categoria di funzionari reali dotati di ampi poteri amministrativi, fiscali e giudiziari.
La figura del balio venne introdotta in Francia da Filippo II Augusto verso la fine del XII secolo, e si diffuse successivamente nell’Italia feudale, dove assunse spesso un ruolo di mediatore dei contrasti tra il potere reale e i feudatari.
Il ruolo di balio era di grande rilievo e prestigio e spesso risultava appannaggio di alcune potenti famiglie, tanto che, al momento del declino della sua importanza, una famiglia Baglioni potè arrivare a reggere il governo della città di Perugia dal XIV al XVI secolo.

u O sobrenome é uma variante vêneto-trentina de Bagli (sobrenome difundido com pouca intensidade em toda a Itália), mais conhecido na forma Baglioni. Na base está o nome balio, ou baglio, balivo e baglivo, título conferido nos tempos medievais e do renascimento a uma categoria de funcionários reais dotados de amplos poderes administrativos, fiscais e judiciais. A figura do balio (governador, embaixador) foi introduzida na França por Felipe II Augusto, lá pelo final do XII século, e acaba sendo difundido em seguida em toda a Itália feudal, onde assumiu com freqüência uma função de mediador dos contrastes entre o poder real e os feudais. A função do balio era de grande importância e prestígio, e muitas vezes era tido como apanagio de algumas famílias poderosas, tanto que no momento do declínio de sua importância, uma família Baglioni chegou a reinar sobre a cidade de Perugia do XIV ao XIV século.

Insieme/Gens