Pela quarta vez, Merlo é o mais votado no exterior. Mas fez quase 20 mil votos a menos que na última eleição

728
Ricardo Merlo, pela quarta vez o mais votado da Circunscrição Eleitoral do Exterior. (Foto Desdierio Peron / Arquivo Revista Insieme)

Repete-se o fenômeno: o ítalo-argentino Ricardo Merlo se consagra, pela quarta vez, o candidato da Circunscrição Eleitoral do Exterior com o maior número de votos, ao obter 52.739 sufrágios individuais nesta eleição em que concorreu para o Senado da República Italiana. O Maie – ‘Movimento Associativo Italiani all’Estero’, seu partido somou 100.802 votos, ou 31,64%, pouco diante do projeto esperado que era ocupar duas, ou até três das quatro cadeiras da Câmara dos Deputados italiana.

O segundo parlamentar mais votado fora da Itália foi Laura Garavini, candidata ao Senado pelo PD na área da Europa, que chegou a 34.946 votos. Na última eleição de 2013, Merlo fizera 71.273 votos individuais – 18.534 a mais que dessa vez.

Mas a surpresa maior dessa eleição na América do Sul foi, sem dúvida, a não eleição de Fabio Porta que, depois de duas vezes deputado, agora concorreu a uma vaga no Senado. Seu partido – o PD – Partido Democratico – ficou em terceiro lugar, com apenas 17,58% (56.025 sufrágios), superado que foi pela Usei – ‘Unione Sudamericana Emigrati Italiani’ que, além de eleger seu fundador, Eugenio Sangregorio, fez também senador o uruguaio Adriano Cario – um resultado que está sendo questionado pelo ex-deputado Fabio Porta.

Para a Câmara dos Deputados, o Maie – ‘Movimento Associativo Italiani all’Estero’ também  consagrou-se em primeiro lugar, com 27,77% de um total de 96.959 votos, mas suficiente para apenas uma cadeira que continua a ser ocupada pelo ítalo-argentino Mario Borghese, reeleito, vindo em segundo a Usei com 65.363 voto (18,72%). No Brasil, ninguém do Maie conseguiu se eleger.

O PD ficou em terceiro no geral, mas o primeiro no Brasil, produzindo outra das surpresas dessa eleição: o ex-senador Fausto Longo, aparentemente escanteado na troca de posições com Fabio Porta, acabou ficando em primeiro lugar e, com apenas 8.906 votos, é agora deputado, mesmo posto ocupado por outro ítalo-brasileiro: o advogado Luis Roberto Lorenzato, também de São Paulo, com 41.073 (11,76% do total dos votos da América do Sul), surpreendeu todas as expectativas e elegeu-se deputado empunhando a bandeira da coligação centro-direita. Ele é o coordenador para a América do Sul da Lega – o partido comandado por Matteo Salvini.

No mais, outra surpresa foi o fraco desempenho da ex-deputada Renata Bueno que, mesmo fazendo 14.250 votos, afogou-se no fraco desempenho (6,28%) de sua coligação que, tudo somado, para a Câmara, reuniu 21.937 votos no total e, para o Senado, 19.912. A coligação ‘Civica Popolare’, que pretende encarnar o ‘Movimento Passione Italia’ fundado pela ex-deputada, ficou abaixo de outra legenda-novidade – a Unital – ‘Unione Tricolore America Latina’, em que estreou Daniel Taddone e seus 4.088 votos.

Abaixo reproduzimos uma tabela com todos os candidatos, suas legendas, votos e percentuais, obtidos junto ao site oficial do Ministério do Interior que, entretanto, ainda não fechou a área da América do Sul em definitivo. Um total de 16 urnas para a Câmara, e outras 17 para o Senado ainda não foram computadas porque existem problemas pendentes junto à ‘Corte di Appello’ de Roma, que é o órgão responsável pela proclamação dos eleitos.

PARTIDOCASACANDIDATOVOTOSSITUAÇÃOPAÍS
Senado
100.802 votos
31,64%
Ricardo Merlo52.739ELEITOArgentina
Maie - Movimento Associativo Italiani all’EsteroLuciana Laspro9.059Brasil
Antonio Aldo Chianello4.916 Brasil
Mariana Valeria Lalanne9.292Argentina
Câmara
96.959 votos
27,77%
Mario Borghese  26.184ELEITOArgentina
Walter Petruzziello6.699Brasil
Nello Collevecchio3.269 Venezuela
Maria del Rosario Lamorte5.885Uruguai
Antonio Laspro2.080 Brasil
Mariano Gazzola13.132Argentina
Franco Tirelli12.764 Argentina
Luis Molossi12.677Brasil
Camara
24.939 votos
7,14%
Rotundo Francesco3.175Argentina
UNITAL - Unione Tricolore America LatinaMorello Antonio1.288Argentina
Taddone Neves Daniel4.088Brasil
Cantarelli Fabio Massimo1.811Paraguai
Curelli Claudio Benvenuto2.088Chile
Roldi Thiago Vicente3.876Brasil
Schifani Wolf Leonardo Luis Leopoldo1.160Argentina
Di Martino Vincenzo3.781Venezuela
Senado
56.025 votos
17,58%
Fabio Porta19.965Brasil
PD - Partito DemocraticoVeronica Mariel Celina Minnicino5.943Argentina
Alfredo Antonio Maria D’Ambrosio4.080Venezuela
José Francisco Minetto4.537Argentina
Camara
56.709 votos
16,24%
Renato Palermo5.945Artentina
Alberto Emilio Becchi6.895Argentina
Francisco Alessio Matina911Argentina
Antonella Irene Pinto3.196Venezuela
Fausto Guilherme Longo8.906 ELEITOBrasil
Piero De Benedictis1.709Argentina
Pasquale Matafora4.740Brasil
Fabio Vincenzi6.263Brasil
Senado
19.711 votos
6,18%
Silvana Rizzioli4.494 Brasil-MG
Coligação LeU - Liberi e UgualiAlberto Filippi2.728Argentina
Claudia Raquel Lalli2.994 Argentina
Bruno Cesare Capra2.249Argentina
Câmara
21.666 votos
6,20%
Walter Fanganiello Maiorevitch5.519Brasil
Filomena Narducci3.339Uruguai
Monica Patricia Rizzo2.495Argentina
Cesar Miretti1.678Argentina
Damián Miguel Loreti2.618 Argentina
Senado
19.912 votos
6,25%
Helena Montanarini9.945Brasil
Coligação ‘Civica Popolare’Rodolfo Carlos Barra1.735Argentina
Fernando Mauro di Marzo Trezza5.025Brasil
José Vicente Taiano Alvarez1.090Equador
Camara
21.937 votos
6,28%
Renata Bueno14.250Brasil
Nicolas Debernardi999Argentina
Silvia Alciati2.856Brasil–MG
Eduardo Rafael Martinez763Venezuela
Simone Sehnem2.295Brasil
Nestor Marcelo Conde465Argentina
Elaine Starling de Araujo2.078 Brasil
Silvana Inés Dulin636Argentina
Senado
65.069 votos
6,56%
Francisco Fabian Nardelli15.444Argentina
USEI - Unione Sudamericana Emigranti ItalianiEvaldo Rui Vicentini2.989Brasil
Adriano Cario21.868ELEITOArgentina
Victor Roque Moya8.296Argentina
Camara
65.363 votos
18,72%
Eugenio Sangregorio35.923ELEITOArgentina
Horacio Fabian Busso5.579Argentina
Dino Gaetano Novello2.092Argentina
Stefano Marcello Casini1.874Uruguai
Antonio Daniel Occhiato4.953Argentina
Claudio Riccardo Tortolani995Venezuela
Giuseppe (Pino) Melia985Argentina
Onofrio Iuzzolino641Argentina
Senado
16.393 votos
5,14%
Antonio Enea Romano3.218
M5S - Movimento Cinque StelleAngeloni Conception Alejandra2.484Argentina
Macovaz Maria Elena1.842 Argentina
Camara
16.365 votos
4,68%
Ivana Mainenti2.984Uruguai
Iuretigh Roberto825Colombia
Barracu Claudio606
Grassi Giorgio1.155
L’Abbate Nicola566
Barassi Andrea Daniele1.147
Senado
40.652 votos
12,76%
Luiz Osvaldo Pastore14.815Brasil (Lega)
Coligação SALVINI, BERLUSCONI, MELONIEnzo Roberto Bacchia3.342Uruguai (FI)
Andrea Dorini3.375Brasil–ES (FI)
Camara
41.073 votos
11,76%
Valeria Ana Bembibre2.239Argentina (FDI)
Giuseppe Di Cera1.441Venezuela (Lega)
Nicolas Moretti2.456Argentina (FI)
Eduardo Oscar Valentin Romagnoli1.491Argentina (FI)
Gianfranco Bruno Sangalli1.060Perú (FDI)
Luis Roberto di San Martino Lorenzato di Ivrea11.106ELEITOBrasil–SP (Lega)
Gustavo Jorge Velis1.076Argentina (FI)
Cesare Villone1.883Brasil–CE – (FI)
Câmara
4.098 votos
1,17%
Sandro Billi425
Coligação “+ EUROPA CON EMMA BONINO”Walter Barberis458
Monica Lucarelli609
Gabriele Mitrani256
TOTAL SENADO
TOTAL CAMARA
318.564 ELEITORES
349.109 ELEITORES
TOTAL ELEITORES
NA REPARTIÇÃO
1.222.770 ELEITORES