Uma casa para a “Casa d’Italia” do Espírito Santo dentro do Clube Ítalo Brasileiro

0
403
A imponente sede do Clube Ítalo Brasileiro do Espírito Santo. (Foto Divulgação)

O Clube Ítalo Brasileiro do Espírito Santo, em Vitória, vai ser também a sede do Instituto Casa d’Itália. Acordo nesse sentido foi firmado na última quarta-feira (29), entre os presidentes das duas entidades que, de agora em diante, assumem o compromisso de caminhar juntos.

O Clube, atualmente com 2.500 sócios, em sua maioria descendentes de imigrantes italianos, comemora ano que vem (em 13 de maio) seu cinquentenário de fundação. O contrato de comodato assinado com a Casa d’Itália, fundada recentemente, prevê a utilização de dependências do clube para o desenvolvimento de atividades que, na verdade, são afins em muitos aspectos.

O documento foi assinado pelo presidente da Casa d’Italia do Espírito Santo, Cilmar Franceschetto, e pelo presidente do Clube Italo-Brasileiro do Espírito Santo, José Julio Ferreira, na presença de João Otávio De Carli, Fernanda Coutinho e Rita Bortoluzzi Herzog, outros diretores da Casa.

Imagem do ato que une duas entidades do Espírito Santo em benefício da comunidade italiana do Estado. (Foto Divulgação)

A Casa d’Itália é uma instituição sem fins lucrativos, apartidária, e de articulação da comunidade italo capixaba e vem desenvolvendo intensas articulações para a instalação em Vitória de um Consulado da Itália no Estado.

O Clube Ítalo Brasileiro, segundo se lê em sua página na Internet, “está localizado num dos bairros mais agradáveis de Vitória, a Ilha do Boi, cartão postal da Capital”, numa área de 27.000 m², “com piscinas, sauna, bares, restaurantes, praças de esportes, áreas para churrasco, praia, salões de festas e espaço para eventos”.

A localização é “privilegiada, com uma belíssima vista panorâmica”, a constituir um dos “mais nobres e belos monumentos à imigração Italiana do Brasil”. É reconhecido como de utilidade pública municipal e estadual.

O clube tem por finalidade – ainda se lê – “a difusão das culturas brasileira e italiana , da língua Italiana bem como das tradições culturais e históricas da colônia de origem italiana, além de atividades sociais, cívicas, culturais, artísticas e desportivas, do intercâmbio cultural e artístico entre o Brasil e a Itália, mantendo, também, intercâmbio social, cultural e desportivo com entidades congêneres”.

* Com informações de Fernanda Lenzi Coutinho.