Sistema Itália reunido em Brasília revela: 520.172 são os cidadãos italianos regularmente inscritos no Brasil

1
452
Aspecto da reunião do Sistema Itália em Brasília (Foto Cedida)

Diversos aspectos da situação da rede consular italiana no Brasil, como a crônica falta de recursos humanos, estão sendo analisados hoje em Brasília, por convocação do embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini. O encontro do chamado “Sistema Itália” no Brasil envolve, além da Embaixada, os cônsules e conselheiros do CGIE – Consiglio Generale degli Italiani all’Estero, e os presidente de Comites – Comitati degli Italiani all’Estero.

Segundo Insieme conseguiu apurar, também o descontentamento da comunidade trentina dos Estados do Paraná e Santa Catarina em relação a disposições recentes do Consulado Geral da Itália em Curitiba entraram na pauta das discussões, que devem ser encerradas logo mais, às 13 horas. Essas reuniões costumam ser realizadas a portas fechadas.

O encontro foi aberto pelo embaixador Bernardini e logo em seguida tiveram início as discussões previstas. Da ordem do dia constavam a análise da situação da rede consular no Brasil, abrangendo a situação anagráfica dos consulados e o nível dos serviços oferecidos, recursos humanos e os “fundos de cidadania”, prometidos pelo governo italiano a partir da instituição da taxa de 300 euros para cada processo de reconhecimento da cidadania por direito de sangue. mas até agora não distribuídos.

Também estavam na pauta as “iniciativas destinadas à melhoria dos serviços”, com destaque para os casos de Belo Horizonte e Recife, a solicitação de abertura de novas agências consulares em Florianópolis e Vitória, o fortalecimento da rede em todo o Brasil, perspectivas e papel futuro dos patronatos no Brasil, a entrada em vigor do acordo sobre Carteiras de Habilitação e a uniformização dos serviços consulares.

No item outros assuntos, estavam previstos debates sobre o reconhecimento da cidadania italiana na Itália e situações de ilegitimidade, as próximas eleições políticas italianas e “campanha Aire” – o cadastro geral de eleitores italianos no exterior, provavelmente tendo em vista as próximas eleições políticas italianas, previstas para março do próximo ano.

Um balanço das atividades culturais e de promoção da língua e cultura italiana no Brasil, também estava previsto na agenda da reunião, durante a qual previa-se a divulgação da data da próxima reunião cultural do “sistema”.

Durante o encontro deveria ainda ser dado a conhecimento o documento final do encontro dos Comites realizado recentemente em Curitiba, por convocação do Intercomites.

Insieme conseguiu alguns dados difundidos na reunião de Brasília sobre a atividade dos consulados: Os cidadãos italianos inscritos nos consulados de São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Brasília, que em 2014 somavam 431.761, em 31 de outubro último chegavam a 520.172.

Os consulados que, durante todo o ano de 2014 conseguiram reconhecer 13.656 novos cidadãos italianos, no final de outubro último tinham atingido o número total de 17.262 novos cidadãos italianos no Brasil. A emissão de passaportes também cresceu de 24.443 para 30.502. Nesse mesmo período, o número de funcionários consulares que operam no Brasil diminuiu ainda mais: de 129 para 120.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.