Comunidade de São Paulo perde Vitor Sapienza. O autor do Troféu Loba Romana tinha 86 anos

298

Faleceu nesta madrugada, aos 86 anos, o ex-deputado estadual por São Paulo, Vitor Sapienza.  Ele foi diagnosticado positivo para o coronavírus, fato  que agravou o quadro de comorbidades: cardiopatia e pneumopatia.

Em 1988, Sapienza, descendente de italianos,  viu o também oriundo governador de São Paulo, Orestes Quércia, sancionar lei de sua autoria, instituindo o Dia da Comunidade Italiana a ser comemorado em São Paulo sempre  em 2 de junho.

PATROCINANDO A SUA LEITURA

Foi dele também a  iniciativa do Troféu Loba Romana, , láurea concedida a personalidades que  contribuíram para estreitar os laços culturais e econômicos entre Brasil e Itália. Como deputado estadual, Vitor Sapienza exerceu mandatos entre 1987 e 2019.

Segundo um breve currículo seu no site da Assembléia Legislativa de São Paulo, “Vitor Sapienza é formado em economia e ciências contábeis pela PUC de São Paulo. Em 1962, ingressou na carreira de agente fiscal de rendas do Estado. Foi delegado regional tributário da Grande São Paulo (1971-77 e 1983-86) e conselheiro, presidente e secretário da Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo (1985-88). É deputado desde 1987. Presidiu a Alesp no biênio de 1993-95. Foi governador interino do Estado em 1994 e líder do PPS de 1999 a 2001. Em 2006, elegeu-se deputado pela sexta vez, com 64.918 votos.

O Troféu Loba Romana, instituído por Sapienza. (Foto Alesp)

Sapienza e a vice-prefeita de SP Alda Marco Antonio, em 2013. (Foto de JHosé Antonio Teixeira / Alesp)