Curitiba lota Teatro Guaíra no concerto lírico comemorativo à data nacional da Itália

Orquestra sinfônica do Paraná n o Teatro Guaíra

A Orquestra Sinfônica do Paraná no grande auditório do Teatro Guaíra (Foto DePeron)

PATROCINANDO A SUA LEITURA

u CURITIBA – PR – Um concerto lírico com obras de Verdi, Puccini e Mascagni com a Orquestra Sinfônica do Paraná (regência do maestro Alessandro Sangiorgi, soprano Ana Paula Brunkow e tenor Marcello Vannucci) abriu, na noite do dia 2 de junho as comemorações relativas à Data Nacional da Itália em Curitiba-PR. O teatro, que tem capacidade para mais de dois mil lugares, esteve totalmente lotado para satisfação do cônsul geral Mario Trampeti, promotor do evento juntamente com a Fondazione Italia, Elypsium, Teatro Guaíra e Secretaria da Cultura do governo do Estado do Paraná.
Na abertura do concerto lírico, Trampetti saudou os convidados advertindo-os que se tratava de um espetáculo que da Itália tomava de empréstimo apenas as obras de compositores clássicos, mas que tudo seria executado pelo gênio brasileiro ou ítalo-brasileiro. Antes de abrir o espetáculo com a sinfonia de Nabucco (Verdi), a orquestra executou o hino da Itália. Seguiram-se Duetto “Mario, Mario”, “Vissi d’arte” e “E lucevan le stelle”(Tosca, Puccini), “Intermezzo (Manon Lescaut, Puccini), “D’amor sull ali rosee (Trovatore, Verdi) e “Io vengo a domandar”(Don Carlos, Verdi); prelúdio do I ato da Traviata e Celeste Aida (Verdi), “Voi lo sapete o mamma (Cavalleria rusticana, Mascagni), “Nessun Dorma”(Turandot, Puccini), “Ecco l’orrideo campo”(Un ballo in maschera, Verdi) e “Ah, io vedi” (Cavalleria Rusticana, Mascagni).

Após o espetáculo, um coquetel regado a espumantes e vinho tinto, com queijo tipo grana Gran Mestri (produzido em Santa Catarina com tecnologia italiana) foi servido aos presentes. Na oportunidade o cônsul Mario Trampetti homenageou com a medalha do Mérito Cultural o maestro Alessandro Sangiorgi e agradeceu os presentes fazendo destaque ao corpo de funcionários do consulado. “É meu último dois de junho como cônsul geral desta Circunscrição”, disse Trampetti visivelmente emocionado. Ele observou que graças à dedicação de muitos conseguiu realizar uma obra quase impossível para um consulado com a maior “fila da cidadania” do  mundo e a menor equipe de funcionários. “Não fosse a decidação deles, estaríamos em situação ainda pior”, salientou Trampetti.

Na programação em comemoração ao Dia da República Italiana em Curitiba se inclui ainda um jantar de gala no Clube Curitibano dia 03, com a presença do ministro Mirko Tremaglia, dos Italianos no Mundo e um encontro com a comunidade italiana, na manhã do dia 4, nos salões da Sociedade Garibaldi