Difusores do Talian se reúnem em Serafina Corrêa-RS neste fim de semana

327
Participantes do II Encontro, realizado em Erechim, em 1988 (Foto Desiderio Peron / Arquivo Revista Insieme)

Um ‘Filò com brodo, stórie, frótole e busie’ (sarau com caldo de galinha, histórias, piadas e mentiras) abre, na próxima sexta-feira à noite, o XXII Encontro Nacional dos Difusores do Talian. O encontro, que será na cidade gaúcha de Serafina Correa, reúne todos os anos os principais incentivadores da língua Talian, reconhecida desde o final de 2014 como “patrimônio cultural imaterial do Brasil”.

O encontro se prolongará até domingo e será concluído com a eleição da nova diretoria da Assodita – Associação dos Difusores do Talian, o principal promotor do evento, ao lado da Feibemo – Federação das Entidades Ítalo-Brasileiras do Meio Oeste Catarinense, Fibra – Federação das Associações Ítalo-Brasileiras do Rio Grande do Sul e Prefeitura Municipal local.

Foi nos encontros dos difusores do Talian – maioria condutores de programas semanais de radio em língua Talian ou dialeto vêneto, que se fortaleceu a ideia de reivindicar ao governo federal o reconhecimento da língua como patrimônio nacional. Um dos grandes incentivadores da ideia, desde o início, foi o falecido Frei Rovilio Costa. A cada ano o encontro é realizado em cidade diversa. O último encontro realizado em Serafina Corrêa foi em 2009.

Diversos temas serão abordados nas mesas de debate organizadas para o sábado. O encontro será aberto pelo presidente atual da Assodita, Edgar Maróstica, tendo como mediador Fernanda Tapparo Pedot, secretária de Cultura e Turismo de Serafina Corrêa. Alexandra Gouveia Martins, do Ministério da Cultura, falará sobre “mestres da cultura popular, enquanto Marcos Sancan, da Universidade Federal de Santa Maria discorrerá sobre o Projeto de Língua Talian na Universidade.

Na sequência, Roger Trevisan, da Prefeitura de Camargo-RS, falará sobre o “ensino do Talian às crianças”enquanto Nedi Teresinha Locatelli, coordenadora do Comitê Nacional de Gestão da Lingua Talian falará exatamente sobre “a gestão da Lingua Talian: processo em construção”.

À tarde, o presidente da Feibemo, Olindo Aquiles Cassol coordena os debates sob a mediação do presidente da Fibra, Paolo Massonini: Gilvan Muller de Oliveira, da Ufsc de Florianópolis, fala sobre “política linguística”; João Wianey Tonus, da Secretaria de Cultura do SR, fala sobre “diversidade linguística do RS” e Sandra Randon, presidente da Comissão Comunitária da Festa da Uva de Caxias do Sul fala sobre o evento do próximo ano.

À noite, durante jantar festivo, haverá a entrega dos troféus “Merito Talian” e “Migrassion Italiana”. O encontro será encerrado no domingo com a eleição da nova diretoria da Assodita após “Messa in Talian” no Santuário Nossa Senhora do Rosário, localizado na Piazzta San Marco.