Gioveb realiza projeto voluntário no Jardim Clímax, em São Paulo

u SÃO PAULO – SP –  Um grupo voluntário da Gioveb – Gioventù Veneta del Brasile – realizou, dia 21 de maio último, o 1º projeto  de Economia Doméstica nas Obras Assitenciais do Jardim Clímax, zona sul de São Paulo. A coordenação do projeto ficou a cargo do economista e associado da Gioveb Cristiano Campos Ferrareze. “O Objetivo deste projeto é desenvolver nas pessoas uma perspectiva mais apurada, tanto na área financeira quanto na área social, buscando ensinar-lhes a administrar melhor  a  sua renda para que  possam de alguma forma ter um  progresso econômico, através da instrução e da informação, economizando e usando o seu dinheiro de uma forma planejada”, explica Ferrareze.
Denise Borges da Cruz, educadora e moradora do bairro, foi uma das mães de família presente neste projeto. “Esse curso dará oportunidade para nós adminsitrarmos melhor o nosso orçamento, ampliando a nossa visão para as pequenas coisas do dia a dia que passavam desapercebidas e que no final das contas pesavam e muito no nosso orçamento familiar”, diz Denise que trabalha na comunidade com crianças de 09 a 11 anos no Núcleo Sócio-Educativo, dando aulas de artesanato, recreação, brincadeiras, entre outros, que ainda  complementa, “Essa iniciativa da Associação do Jd. Clímax e da Gioveb é muito importante porque a comunidade passa a tomar uma maior consciência de que vivemos num modelo capitalista e a nossa educação, por vezes, é falha neste sentido”.
O fato do bairro escolhido para a realização deste projeto ser o Jardim Clímax é simples, como explica Ferrareze, “Essa Associação do Jd. Clímax foi criada pela Sra. Natalina  Berto, que é de origem italiana e tem um bom relacionamento com a Gioveb. Então, após algumas conversas surgiu a idéia de fazermos essa parceria entre a Gioveb e a Associação para este projeto”.
Ferrareze vê com bons olhos esta iniciativa da Gioveb em apoiar os seus associados na realização de diversas atividades. “A iniciativa da Gioveb é excelente. Mesmo porque, a Gioveb, além de cultivar e apoiar a cultura italiana, abre espaço para a inteiração dos povos, sejam eles de qual etnia for. Ajudar o Brasil e a cidade em que vivemos é nosso dever, sem, lógico, esquecer as nossa raízes italianas, elevando as tradições de nossos antepassados de ajudar o próximo”.

PATROCINANDO A SUA LEITURA