Imagem venerada pelos imigrantes trentinos no Paraná volta às origens para restauro e testemunha tratado de amizade (gemellaggio)

1201

TRANSACQUA – TRENTO – ITALIA – O município de Piraquara formalizou hoje (24.10.2009) com os oito municípios do Valle del Primiero e com o Consórcio daqueles municípios, situados a Leste da Província Autônoma do Trento, na Itália, um tratado de irmandade (‘gemellaggio’), que prevê a cooperação cultural, econômica, tecnológica e ambiental entre a cidade paranaense situado na região metropolitana de Curitiba e as comunidades do vale de onde são originárias as primeiras 59 famílias de imigrantes trentinos no Praná. O acordo, com a interveniência da ‘Associazione Trentini nel Mondo’ e, consequentemente, do Círculo Trentino da Grande Curitiba, é desdobramento dos entendimentos iniciados há 12 anos e que tiveram incremento com a visita formal de uma delegação italiana no final de maio último, cujos integrantes desapareceram na trágica viagem do Airbus da Air France quando voltavam para casa, na noite de 31 de maio. Na solenidade de assinatura do tratado, realizada na sede do Consórcio das Prefeituras de Valle del Primero, a delegação brasileira entregou solene e oficialmente, a estátua de Nossa Senhora da Assunção levada ao Brasil em 1878 pelos primeiros imigrantes. A estátua, com 1,35m de altura, será completamente restaurada por especialistas italianos e, posteriormente, devolvida à comunidade da Colônia Imperial de Santa Maria do Novo Tirol da Boca da Serra, local de chegada dos imigrantes no Paraná e que hoje centraliza o projeto Caminho Trentino nos Mananciais. Ali, sob a coordenação da Associação Trento Transforma, a produção agrícola dos moradores locais será industrializada dentro de modernas técnicas e certificada para ganhar o mercado da Grande Curitiba. Um dos primeiros objetivos do ‘gemellaggio’ assinado é transferir da Província Autônoma do Trento a tecnologia e o ‘know-how’ disponível naquela avançada economia européia. O ato de assinatura do ‘gemellagio’ teve a participação dos representantes de todos os municípios envolvidos (Canal San Bovo, Fiera di Primiero, Imer, Mezzano, Sagron Mis, Siror, Tonadico e Transacqua) e do prefeito de Piraquara, Gabriel Jorge Samaha (Gabão), que se fez acompanhar de três veradores, de dois secretários municipais, dois empreendedores locais, além de Ivanor Minatti, pela Trentini de Curitiba e do engenheiro Sherman Cordeiro, da Companhia de Saneamento do Paraná – Sanepar, parceira do projeto Caminho Trentino. A deputada estadual Cida Borghetti, presidente do grupo parlamentar ítalo-Brasileiro na Assembléia Legislativa do Paraná, representou o Executivo e o Lagislativo paranaense no evento. A comitiva brasileira, que retorna na segunda-feira, está realizando diversas visitas de trabalho e estudo junto a estabelecimentos de produção e transformação na Província de Trento. Em seu discurso durante a formalização do ‘gemellaggio’, o prefeito Gabão enfatizou a importância do ato que tem por objetivo principal a melhoria da qualidade de vida dos habitantes de Piraquara a partir do fato histórico e social produzido pela imigração das famílias trentinas.