Insieme n. 23 – CEMIN

1288

Acreditamos que a forma italiana seja Semin, já que deve ter sido alterado quando de sua transcrição nos cartórios brasileiros. É um sobrenome da Itália Norte-Oriental, caracterizado pelo seu final. Representa (como Semin) um étnico, ou seja, indica o lugar de origem de seu primitivo portador. De fato, na província de Gênova temos uma localidade de nome Semino. Evidentemente o seu primitivo portador, transferindo-se da área ocidental para a oriental, teve o seu sobrenome alterado conforme a fonética local, com o desaparecimento do o final. Os étnicos, como sobrenomes surgiram entre o ano 1000 e o início de 1300, quando se deu, pela queda das instituições feudais, uma imigração interna das pequenas localidades em direção às cidades das proximidades. Normalmente esses antigos emigrantes adotavam como segundo nome (sobrenome) a denominação da localidade de origem. O seu significado seria justamente: oriundo, morador da cidade de Semino.

Insieme/Edoardo Coen

PATROCINANDO A SUA LEITURA