Investimentos somam R$ 80 milhões e incluem

PATROCINANDO SUA LEITURA

condomínio de fornecedores ao lado da fábrica 

 

SÃO PAULO-SP – A Iveco vai construir uma nova linha de montagem de caminhões pesados e semi-pesados < ?xml:namespace prefix = st1 />em Sete Lagoas, com capacidade para produzir até 12.000 unidades por ano, dobrando, assim, a atual capacidade existente na fábrica para este tipo de veículo. Quando pronta, em janeiro de 2009, essa nova linha cuidará da montagem dos modelos Iveco Stralis, EuroCargo e Cavallino.

 

A nova linha de montagem é apenas uma entre várias outras ampliações programadas para a estrutura Iveco em Sete Lagoas, algumas já em execução. Ao final do investimento, calculado em R$ 80 milhoes, a fábrica da Iveco terá sua capacidade produtiva total expandida em 50 %, passando das atuais 20.000 unidades/ano para cerca de 30.000 unidades/ano, contando-se os caminhões leves Iveco Daily (a conta, porém, não inclui o modelo Fiat Ducato, também produzido em Sete Lagoas).

 

A nova linha de pesados foi anunciada hoje (13/03) pelo presidente da Iveco, Marco Mazzu, no seminário “Perspectivas do Pólo Automotivo MG”, promovido pela revista Autodata em Belo Horizonte. Segundo ele, a decisão leva em conta o crescimento da empresa no Brasil. Em 2007, as vendas da Iveco aumentaram 120% no País. 

 

“O Brasil é, desde o final de 2006, área prioritária de crescimento para a Iveco mundial”, explicou Mazzu. “As diversas iniciativas já implantadas em 2007 colocaram a empresa em movimento acelerado. Vamos investir R$ 375 milhões entre 2008 e 2010 para continuar acelerando”.

 

Além do aumento da capacidade produtiva em Sete Lagoas, os planos da empresa incluem, entre outras medidas, o lançamento de duas novas famílias de produtos por ano e a expansão da rede de concessionárias. Em abril, será inaugurado o Centro de Desenvolvimento de Produto da empresa, também localizado em Sete Lagoas. A nova estrutura terá 4.000 metros quadrados de área e será responsável pelos novos modelos Iveco para a região.

 

Para dar suporte à expansão, a Iveco destinará área de 150.000 metros quadrados para abrigar um condomínio de fornecedores que entregarão conjuntos prontos, sequenciados e just in time, diretamente nas linhas de montagem de caminhões.

 

Por outro lado, a fábrica de motores da FPT Powertrain, pertencente ao mesmo Grupo e instalada em área anexa, também finaliza a expansão de sua unidade. A capacidade atual é de 50.000 motores diesel por ano e será ampliada para 80.000 unidades por ano.

 

65.000 m2 de novas instalações

 

“Vamos ampliar nossa capacidade produtiva para acompanhar o rápido crescimento da marca Iveco no mercado brasileiro e também para abrir espaço para os novos modelos que serão lançados em breve”, explica Angel Fiorito, diretor industrial da Iveco na América Latina.

 

Em 2007, a produção da empresa totalizou 8.800 unidades Iveco, ano em que a atual linha de montagem dos pesados foi ampliada continuamente. De seis unidades por dia em janeiro, a linha fechou o ano montando 24 unidades de pesados por dia, operando no limite e em três turnos. Em janeiro, com o início da produção das cabines dos modelos de pesados em Sete Lagoas, a capacidade havia sido aumentada para 28 unidades/dia. Com a nova fábrica, passará para 60 unidades/dia, em dois turnos.

 

A nova linha de pesados faz parte de um amplo programa de expansão da fábrica, iniciado no final de 2007 e que envolve um total de 65.000 metros quadrados de novas instalações. Hoje, são cerca de 90.000 metros quadrados de área construída sobre 520.000 metros quadrados de área ocupada, sobre um terreno total de 2.3 milhões de metros quadrados de terreno.

 

Os investimentos ainda incluem novos almoxarifados, pátios para veículos, portarias e áreas de circulação de componentes e materiais. A linha de pintura receberá nova cabine robotizada para cores metalizadas. Novos restaurantes e áreas de recepção para os fornecedores visam o maior conforto dos empregados e dos motoristas de caminhão que realizam entregas na fábrica.

 

Uma pista de testes com simulações de vários tipos de piso será agregada ao conjunto no segundo semestre de 2008.