Na confirmação da agência consular de Vitória, Merlo e Bernardini garantem também a de Florianópolis. Objetivo é “mudar a imagem da Itália”

1127

Em clima de descontraída festa ao som de “Quel Mazzolin di fiori”, por todos entoado, representantes da comunidade italiana do Espírito Santo receberam o subsecretário para os Italianos no Mundo da Farnesina e senador Ricardo Merlo, na manhã de quinta-feira última, 14, nas dependências do Palácio Anchieta, sede do governo capixaba.

Acompanhado do embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini e, mais tarde um pouco, também do diretor geral para os Italianos no mundo, Luigi Maria Vignali, Merlo se reuniu com o governador José Renato Casagrande para selar o compromisso do governo italiano de instalar, em Vitória, uma agência consular. Com melhor estrutura, ela vai substituir o vice-consulado honorário com o objetivo de melhorar os serviços consulares prestados à população e ampliar o relacionamento do Estado com a Itália.

Após o encontro formal, a delegação italiana, composta ainda pelo cônsul no Rio de Janeiro, Paolo Miraglia del Giudice, do cônsul honorário em Vitória, Roger Gaggiato, de lideranças da comunidade ítalo-capixaba, e dos coordenadores do Maie – ‘Movimento Associativo Italiani all’Estero’,  Thiago Roldi e Luis Molossi, além de outras lideranças locais, percorreu alguns dos imóveis oferecidos pelo governo do Estado para sediar a nova estrutura a ser criada em breve, após passar pelas reformas necessárias.

Em entrevista exclusiva à revista Insieme, Merlo e Bernardini, juntamente, falaram sobre o histórico encontro e reiteraram a promessa de instalação de igual serviço em Florianópolis, Capital de Santa Catarina.

“Sobre prazos não quero falar – disse Merlo na entrevista -, porém nossa ideia é que antes que o embaixador Bernardini deixe o Brasil, eu espero que todas as duas agências estejam funcionando”. “Esta é a ideia” – repetiu Merlo: “antes que o embaixador termine seu trabalho aqui no Brasil… porque ele merece. Ele realizou um grande trabalho político e é justo que seja assim”.

“Estamos mudando a imagem da Itália a serviço dos cidadãos italianos”, disse o embaixador Bernardini, acrescentando que, com isso, não quer dizer que todos os problemas terminaram. Também o senador Ricardo Merlo destacou a importância de melhorar os serviços para a mudança da imagem da Itália em todo o mundo. “Tivemos uma década em que toda a classe política italiana esqueceu de reforçar a rede consular, que é tão importante para a Itália, não apenas pelos serviços consulares mas, também, pela imagem da própria Itália”, disse Merlo, ao assinalar que agora está havendo uma mudança de rota.

Embora antiga reivindicação capixaba e até motivo de algumas campanhas eleitorais, nenhum dos representantes ítalo-brasileiros no Parlamento italiano estiveram presentes ao evento que marcou historicamente o início formal do processo de instalação de uma Agência Consular em Vitória. O deputado Luis Roberto Lorenzato enviou mensagem a Merlo informando que se encontrava hospitalizado. “Lamento muito não ter podido comparecer, embora tenha dado minha firme contribuição para esse momento” – disse ele a Insieme, enquanto o deputado Fausto Longo manteve-se em sua “rotina de silencioso desaparecimento iniciada após o vídeo das hienas”, conforme ironizou alguém presente.

Ao saudar com um “buon giorno” a comitiva italiana, em seu pronunciamento, o governador Casagrande disse que sua família “é da mesma região do vice-ministro [Merlo], em Treviso, região do Vêneto. Em setembro, participaremos da Feira de Pedras de Verona, onde iremos estreitar laços com a Itália. Também estamos colocando à disposição do Governo italiano duas áreas para que a agência consular, assim que tomada a decisão, possa se instalar aqui no Estado. Cumprindo essa etapa, será a porta do governo italiano permanente aqui no Espírito Santo. A vinda da comitiva é uma demonstração de unidade do Governo italiano com o Espírito Santo”.

A comitiva italiana participou, ainda, de uma reunião com representantes do Comites – ‘Comitato degli Italiani all’Estero” do Rio de Janeiro em Vitória, além de lideranças locais, onde foram debatidos diversos temas de interesse geral e da comunidade. À noite, Merlo participou de um encontro, seguido de palestra e debate, com a comunidade italiana tendo, na sexta cedo, ido ao Rio de Janeiro para evento organizado pela Embaixada na sede do Consulado com empresários italianos e o ministro da Economia do Brasil, Paulo Guedes.

OBS: Em próximas matérias e vídeos, opiniões e avaliações sobre o fato. O vídeo que acompanha esta matéria contem imagens de Hélio Filho/Secom e vídeo amador do publicado no perfil FB de Ricardo Merlo.