Principais lideranças ítalo-catarinenses discutem nesta quarta consulado italiano em SC. Reunião será na Alesc

272
Vicente Caropreso, deputado e conselheiro do Comites PR/SC. (Foto Desiderio Peron / Arquivo Revista Insieme).

Sob convocação do deputado Vicente Caropreso, que é também membro do Comites – ‘Comitato degli Italiani all’Estero’ em Santa Catarina, uma reunião que acontecerá nesta quarta-feira, pela manhã, em Florianópolis, discutirá diversos temas ligados à comunidade ítalo-catarinense, o principal deles com foco na reivindicação de um Consulado Italiano no Estado.

O encontro, para o qual estão convidados todos os deputados ítalo-brasileiros do Estado, presidentes de associações e lideranças também ítalo-brasileiras de diversos setores da economia e da sociedade catarinense, além da presidência e demais conselheiros do Comites, acontecerá nas dependências da Assembléia Legislativa do Estado.

Será – como explica o conselheiro da Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria de Santa Catarina, Diego Mezzogiorno – um café-da manhã que terá início marcado para as 8h30min, mas sem hora marcada para terminar.

Dentre os deputados convidados estão: Ada Faraco de Luca; Carlos Chiodini, Cesar Valduga, Cleiton SAlvaro, Fernando Coruja, Gelson Merisio, João AMin, Leonel Pavan, Luciane Carminatti, MAuro de Nadal, Moacir Sopelsa, Narcizo Parisotto, Natalino Lazare, Neodi Saretta, Padre Pedro Baldissera, Patricio Destro, Ricardo Guidi, Rodrigo Minotto, Romildo Titon, Serafim Venzon, Valdir Cobalchii e Valmir Comin.

Além dos parlamentares, estão também convidados diversos presidentes de empresas, sejam governamentais ou privadas, dirigidos por ítalo-brasileiros, e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina, além de prefeitos de algumas das principais cidades do Estado.

Como se sabe, além do Poder Executivo, o Poder Legislativo de Santa Catarina passou a dar apoio formal à reivindicação da comunidade ítalo-catarinense de ter melhores serviços consulares em todo o seu território, cuja população é, percentualmente, uma das mais altas do Brasil (alguns calculam além dos 60%), rivalizando com o Espírito Santo, que também reivindica um consulado italiano em seu território.

Na reunião dessa quarta-feira deverão, entre outras coisas, ser escolhidos os representantes dos diversos setores que integrarão a comissão a ser formada com iguais representantes do Espírito Santo para uma viagem a Roma, assim que o novo governo for formado, segundo informa Mezzogiorno. Na Itália, um dos encontros deverá ser com o Ministro das Relações Exteriores.

A definição de um espaço a ser oferecido pelo Governo do Estado para o funcionamento dos serviços consulares é outra questão na pauta dessa reunião. No convite, fala-se em “consolidar a instalação do Consulado Italiano em Florianópolis”, onde hoje funciona um Vice-Consulado Honorário.Santa