Contact Center não funciona. Quem diz é o Intercomites que critica também as dificuldades para obtenção e renovação de passaportes

 

PATROCINANDO SUA LEITURA

CURITIBA – PR – Inaugurado em abril do ano passado para resolver problemas, o serviço denominado “Contact Center” de informação unificada aos cidadãos ítalo-brasileiros sobre Cidadania Italiana por direito de sangue e de legalização de documentos para a Itália tornou-se ele próprio um novo problema: não funciona. E quem diz isso agora não são usuários esparsos ou anônimos e, sim, o próprio Intercomites Brasil – o órgão de representação dos Comites – Comitati degli Italiani all’Estero que operam no Brasil. O órgão é presidido atualmente pelo conselheiro Gianluca Cantoni, de Curitiba.

A crítica está contida na ata da ultima reunião do órgão, realizada dia 13, em Brasília, quando os conselheiros criticaram também a dificuldade em obter agendamento para renovação ou expedição de passaporte italiano. Neste último caso, o sistema de agendamento, que é informatizado, abre para inscrições à meia noite, horário de Roma. Se o interessado não dispuser de diversos computadores com igual número de operadores e ficar clicando já desde minutos antes da zero hora, não terá sucesso no agendamento – uma operação que, segundo relatam alguns, pode durar semanas ou meses até encontrar uma vaga.

A ata da reunião reporta uma observação feita pela presidente do Comites de São Paulo, Rita Blasioli Costa, segundo a qual não é mais possível fazer agendamento para processos de dupla cidadania no site do “Contact Center” onde, na etapa três (“prepare seu pedido de agendamento”), o interessado é remetido a um formulário disponível no site do Consulado relativo à residência do requerente, mas no site de vários desses consulados não existe o documento. Isso “cria confusão” e “impossibilita o agendamento”, segundo consta da ata.

Em função dos problemas levantados, o Intercomites enviou correspondência à Embaixada, solicitando providências e esclarecimentos. Nesse requerimento o conselheiro Antonio Laspro volta à carga (ver vídeo em seguida) na denúncia já realizada em Curitiba, durante a recente assembléia do CGIE, com provas de irregularidades no atendimento do “Contact Center” – uma empresa particular que cobra pelo atendimento prestado aos interessados que antes se dirigiam aos Consulados.

 

A correspondência enviada pelo Intercomites à Embaixada trata também de outros assuntos, como o das escolas de língua italiana, e tem o seguinte teor:

Curitiba, 18 Maggio 2014
Gent.mo Consigliere Gabriele Annis,
come definito tra i Presidenti presenti nella nostra ultima riunione Inter Com.It.Es. a Brasilia lo scorso giorno 13, seguono alcuni punti trattati insieme sui quali vorremmo delle definizioni da parte dell’Ambasciata:

– con l’attivazione del “Contact Center” sul sito www.vfsglobal.com/italia/brasil; viene riportato un “roteiro” specifico sulla ricostituzione della doppia cittadinanza e legalizzazione dei documenti, ma sui siti dei vari Consolati continuano pubblicati anche gli altri “roteiro” di ognuno, creando spesso delle discordanze di informazioni;

inoltre per prenotare la richiesta della cittadinanza nella “etapa 3 – prepare o seu pedido de agendamento” a partire dalla scorsa settimana si rimanda al formulario disponibile sul sito del Consolato competente per circoscrizione di residenza, ma sui siti dei vari Consolati tale informazione non è stata ancora riportata, creando quindi una discordanza di informazioni e l’impossibilità a finalizzare la prenotazione;

– abbiamo notato, che frequentemente, in tutte le Circoscrizioni, esistono problemi per fissare l’appuntamento telematicamente per il rinnovo dei passaporti. Il Cons. Laspro ha già consegnato prove di irregolarità nel suo Consolato ed anche Silvia Alciati ha fatto la stessa cosa;

– con l’avvicinarsi della data del nostro parere obbligatorio sulle richieste degli Enti Gestori di corsi di Lingua Italiana, per unificare, a livello Brasile il modo di valutazione, chiediamo vengano forniti dei parametri comuni da utilizzare;

– sollecitiamo, inoltre il materiale relativo alla mappatura Associazioni italiani all’estero (Circolare nº 2 del 09/10/2013 del M.A.E.) in formato telematico, affinché in alcuni casi, dove si rende necessario, i Com.It.Es. possano sollecitare il completamento delle informazioni.

In attesa di riscontro, ringraziamo anticipatamente per l’attenzione ed inviamo un caro saluto.

Presidenti Com.It.Es.: Consiglieri CGIE
Rita Blasioli Costa – Com.It.Es. San Paolo Antonio Laspro
Adriano Bonaspetti – Com.It.Es. Porto Alegre
Salvador Scalia – Com.It.Es. Recife
Gianluca Cantoni – Com.It.Es. Curitiba